Oriovisto é contra CPI para investigar corrupção na Educação

Oriovisto é contra CPI para investigar corrupção na Educação


O senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR), em pronunciamento nesta quarta-feira (22), disse que é contra a instalação de uma CPI para apurar esquemas de corrupção no Ministério da Educação. Para ele, não cabe mais uma CPI, já que o ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro, preso pela Polícia Federal nesta quarta-feira, já é um caso avançado no Ministério Público e está sendo investigado pela PF em relação às denúncias de irregularidades na pasta.  

—  CPI nunca prendeu ninguém. As grandes operações, como a Lava Jato, não foram fruto de CPI. Elas aconteceram por iniciativa do Judiciário, dos Procuradores, dos Promotores ­— afirmou.

O senador ainda destacou que retirou seu apoio ao requerimento que solicitava a criação da CPI do MEC antes do pedido ser protocolado na Secretaria Geral da Mesa. Ele lembrou que defendeu a investigação, mas que naquele momento era contra, por considerar que teria caráter eleitoral, “por ser uma CPI que ia virar palanque”.

— Quando falam que a missão deste Senado é fiscalizar o Governo, eu concordo 100% com eles. Só que fiscalizar não é fiscalizar o malfeito. É preciso entender essa palavra corretamente. É fiscalizar as aplicações dos recursos, é fiscalizar a produtividade, é fiscalizar se as leis estão sendo cumpridas, é fiscalizar essas absurdas emendas de relator, é fiscalizar o orçamento secreto­ — declarou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Infoco Web

Infoco Web

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.