Jeep elétrico tem nova imagem vazada

Jeep elétrico tem nova imagem vazada


source
Modelo deverá ser produzido na Índia e na Polônia
Reprodução/Autopareri

Modelo deverá ser produzido na Índia e na Polônia

Há alguns meses, a Stellantis revelou as imagens do SUV elétrico compacto que será lançado pela Jeep de forma global. O modelo será menor que o Renegade e tem a produção programada para o final do ano.

Em um fórum automotivo italiano, que já revelou detalhes de outros modelos da Stellantis, surgiu uma imagem do pequeno Jeep sob forte camuflagem. Apesar da baixa qualidade da imagem, não parecem existir diferenças entre o modelo camuflado e as imagens que a Stellantis revelou em Março.

O que se sabe do modelo até agora é que será produzido na plataforma CMP , que inicialmente foi desenvolvida pela Peugeot e Citroën e tem uma variante completamente elétrica. O Projeto 516 , como o Jeep é chamado internamente, servirá como base para um modelo Fiat e Alfa Romeo.

Stellantis já havia mostrado futuro SUV compacto da Jeep
Divulgação

Stellantis já havia mostrado futuro SUV compacto da Jeep

Há rumores de que o modelo será batizado de Jeepster , nome que inicialmente foi utilizado em um produto da Willys-Overland entre 1948 e 1950 e entre 1966 e 1973, sob licenciamento da Kaiser Motors. Recentemente o nome Jeepster foi aplicado em uma versão especial do Renegade em 2020.

O pequeno Jeep — seja chamado de Jeepster ou não — está programado para chegar às linhas de produção em Novembro e, inicialmente, terá uma versão a combustão que irá utilizar um propulsor 1.2 litro derivado da Peugeot.

A versão elétrica deverá chegar em Abril de 2023 na Europa, junto com uma variante híbrida leve . Na Stellantis há o Peugeot e-2008 que é ligeiramente menor que o Renegade, mas pode dar pistas da motorização do futuro SUV da Jeep.

Além de versão elétrica, modelo deve contar com motor a combustão
Divulgação

Além de versão elétrica, modelo deve contar com motor a combustão

O e-2008 possui baterias com capacidade de 50 kWh que entregam energia para um motor de 134 cv, montado sobre o eixo dianteiro. Essa configuração entrega 310 km de autonomia no ciclo WLTP, e pode ser reduzida para ser instalada em um carro menor.

A mídia europeia aponta que o Jeepster irá ser comercializado inicialmente com baterias da CATL, assim como o Peugeot, mas irá mudar para as células em forma de lâmina da BYD.

Por ser um Jeep, espera-se tração 4×4, mas para isso será necessário adaptar a plataforma CMP, que não foi desenvolvida para esse formato de tração. No ano passado, surgiram notícias de um SUV compacto da Alfa Romeo que dividiria tração integral com o Jeep, mas somente nas versões a combustão.

Fonte: IG CARROS

Infoco Web

Infoco Web

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.