Novo carro mais caro da história é leiloado por mais de R$ 700 milhões

Novo carro mais caro da história é leiloado por mais de R$ 700 milhões


source
Mercedes 300 SLR: Apesar de nunca ter competido uma corrida, tem bastante pedigree e raridade
Divulgação

Mercedes 300 SLR: Apesar de nunca ter competido uma corrida, tem bastante pedigree e raridade

O carro mais caro do mundo não é mais a Ferrari 250 GT, leiloada em 2018. Ao invés disso, agora, o posto é ocupado por um Mercedes 300 SLR Uhlenhaut Coupe, extremamente raro, que antes pertencia à própria fabricante, desde que foi fabricado em 1955.

O carro é arrematado em um leilão por US$ 142 milhões (R$ 710 milhões) e o valor arrecadado será destinado a um fundo de beneficência para jovens, criado pela Mercedes-Benz .

Com apenas duas unidades produzidas, ambos sempre foram da empresa alemã. Descrito como ‘a Mona Lisa dos carros’, o 300 SLR Coupe é um carro irmão do SLR de cockpit aberto conduzido por Sir Stirling Moss à vitória na Mille Miglia de 1955 — uma corrida de mil milhas que o inglês completou em pouco mais de 10 horas.

Só existem dois exemplares. Um com interior azul e o outro vermelho. O que foi vendido é o da imagem acima
Divulgação

Só existem dois exemplares. Um com interior azul e o outro vermelho. O que foi vendido é o da imagem acima

Os dois SLR Coupe têm acabamento em prata e são referidos como “Azul” e “Vermelho”, conforme a cor do interior de cada um. O azul, que segue dentro da fábrica de M-B, apareceu no museu da marca durante toda a sua vida, enquanto o vermelho, o carro vendido em leilão , foi mantido em armazenamento e percorreu apenas 6.000 km em toda a sua história.

O carro foi um dos maiores ícones dos anos 50 e, até hoje, faz cair o queixo
Divulgação

O carro foi um dos maiores ícones dos anos 50 e, até hoje, faz cair o queixo

Realizado em segredo, o leilão apenas para convidados foi montado em cima da hora. O evento foi composto apenas por licitantes selecionados pela própria Mercedes .

A oferta vencedora foi feita pelo negociante de carros clássicos britânico Simon Kidston, em nome de um cliente não identificado. Kidston pressionou o conselho da Mercedes por 18 meses em uma tentativa de ver o 300 SLR Coupe oferecido em leilão.

Baseado no carro de corrida monoposto 300 SLR de cockpit aberto — dirigido por Moss, Juan Manuel Fangio e Peter Collins, em 1955 — era movido por um motor de 3 litros em linha, com 300 cv de potência.

Embora o recordista dos leilões nunca tenha competido, foi avaliado pela imprensa na éopca, onde alcançou um tempo de 0 a 96 km/h em 6,9 ​​segundos e uma velocidade máxima de 283 km/h.

Fonte: IG CARROS

Infoco Web

Infoco Web

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.