Bolsonaro cobra ‘antídoto’ da Anvisa para efeitos colaterais da vacina para crianças

Bolsonaro cobra ‘antídoto’ da Anvisa para efeitos colaterais da vacina para crianças

Nesta quarta-feira (12), o presidente Jair Bolsonaro voltou a disparar críticas contra a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Em entrevista ao site Gazeta Brasil, Bolsonaro afirmou que a agência não apresentou um antídoto para potenciais efeitos colaterais da vacina contra a Covid-19 destinada a crianças entre 5 a 11 anos.

A imunização de crianças contra a doença foi autorizada pela Anvisa em dezembro. A vacina anticovid da Pfizer a ser aplicada será diferente da utilizada em adultos e adolescentes. De acordo Anvisa, menores de 12 anos deverão receber doses com apenas um terço da quantidade aplicada no restante do público.

Durante a entrevista nesta quarta, Bolsonaro voltou a mostrar preocupação com as crianças.

– A Anvisa não disse qual o antídoto para possíveis efeitos colaterais. Por que eu falo possíveis? Alguns já existem por aí. Você não comprovou, mas já existem – apontou.

O presidente também afirmou que o número de mortes de crianças por Covid-19 no país não justifica a imunização deste público.

– Trezentas e poucas crianças [mortas]. Lamento cada morte, ainda mais de criança. A gente sente muito. Mas [isto] não justifica a vacinação [de crianças] pelos efeitos colaterais adversos [da vacina] – destacou.

CRÉDITOS E FONTE – PLENO NEWS

Roberto Torrecilhas

Roberto Torrecilhas

Diretor do Jornal Digital do Brasil , Líder Cristão , Casado , Pai , Apresentador do Programa Tamo Junto na TV Artes TV Cultura . Blogueiro , Atuante na defesa da Família, Jornalista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *