Comissão debate prática de “grau de moto” como atividade desportiva

Comissão debate prática de “grau de moto” como atividade desportiva


Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados
Discussão e votação de propostas. Dep. Alê Silva PSL-MG
Alê Silva: “A prática tem sido reprimida pela polícia”

A Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados realiza audiência pública nesta sexta-feira (3) para discutir a prática do “grau de moto” como atividade desportiva, de lazer e cultural em diferentes partes de cidades no País. O grau de moto é a prática de fazer manobras para empinar a motocicleta, deixando a roda dianteira no alto enquanto se equilibra na traseira. O debate será realizado no plenário 8, às 9 horas.

A deputada Alê Silva (PSL-MG), que propôs a realização do debate, disse que tem observado o crescimento da popularidade de eventos de “grau de moto”, onde espectadores assistem à exibição de acrobacias em moto, com destaque para a de empiná-la, em diferentes partes de cidades brasileiras.

“As práticas têm sido muitas vezes reprimidas, conforme relatos de jovens da periferia, por agentes da polícia com ações tão ilegais quanto a prática em si e muito mais violentas, como as que, com abuso de autoridade, no lugar de enquadrar legalmente o ato, vandalizam as motocicletas ou agem com violência contra os praticantes”, disse.

Debatedores
Foram convidados para o debate, entre outros, o superintendente da Polícia Rodoviária Federal em Minas Gerais, Bruno Raslan; o praticante de grau de moto Niltin do Grau, e o psicólogo e psicanalista João Eugênio.

Da Redação – RS

Infoco Web

Infoco Web

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.