Ouvidoria do Senado inicia intercâmbio com órgãos públicos

Ouvidoria do Senado inicia intercâmbio com órgãos públicos


A Ouvidoria do Senado deu início a uma série de encontros para troca de experiências com órgãos equivalentes nas esferas estaduais e federal. Nesta terça-feira (27), recebeu a visita de representantes do governo do Distrito Federal (GDF): o secretário de Relações Institucionais do GDF, Vitor Paulo; o controlador-geral do GDF, Paulo Wanderson; e a ouvidora-geral do GDF, Cecília Fonseca.

— Estamos buscando parcerias para aprimorar o trabalho desenvolvido pela Ouvidoria do Senado, ampliar a participação popular nos espaços de poder e aperfeiçoar o trabalho legislativo. Temos que unir esforços e ampliar ações para que o cidadão participe, interaja, fale sobre seus anseios, tire suas dúvidas, reclame. Afinal, ele é a razão do nosso trabalho. Vamos trazer para o Senado experiências exitosas e também vamos contribuir para o aprimoramento de outras ouvidorias. É uma troca enriquecedora — disse o ouvidor-geral do Senado, senador Plínio Valério (PSDB-AM).

Durante o encontro desta terça-feira destacou-se a atuação da Ouvidoria do GDF, que atua em rede com secretarias e órgãos do governo do Distrito Federal para responder e encaminhar as demandas dos cidadãos. A Ouvidoria do GDF também conta com a Rede Ouvir, que atende órgãos de todas as esferas da administração distrital. Além disso, o GDF informou que está implantando um modelo de inteligência artificial para operacionalizar o fluxo de informações externas e o encaminhamento para os devidos órgãos.

O controlador-geral do GDF, Paulo Wanderson, ressaltou que a parceria é promissora.

— Compartilhar isso com o Senado é uma grande satisfação. Apresentamos aqui projetos que vão ser desenhados em conjunto, e o objetivo final é atender melhor a sociedade e [aprimorar] a experiência do cidadão com o poder público — afirmou.

O secretário de Relações Institucionais do GDF, Vitor Paulo, ressaltou a importância da iniciativa do Senado.

— A Ouvidoria é a porta pela qual o contribuinte, o povo brasileiro, quer falar e tirar as suas dúvidas  disse ele.

Também há a expectativa de que o Senado possa contribuir com medidas legislativas que aprimorem o trabalho das ouvidorias de administrações públicas de todo o país. E de que o Senado possa trabalhar em rede com a Ouvidoria do GDF para o encaminhamento de pedidos de cidadãos que são de competência distrital.

— É uma grande satisfação ter as portas do Legislativo Federal abertas para que a gente consiga integrar as demandas do cidadão. Temos a possibilidade de contribuir com o Senado por meio da nossa solução tecnológica, um sistema desenvolvido internamente pela controladoria-geral que tem o código-fonte disponível para ser compartilhado —  afirmou a ouvidora-geral do GDF, Cecília Fonseca.

Com informações da Ouvidoria do Senado

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Infoco Web

Infoco Web

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *