Lei que obriga bancos a manter vigilantes em caixas eletrônicos é tratada na Tribuna Virtual

Lei que obriga bancos a manter vigilantes em caixas eletrônicos é tratada na Tribuna Virtual


Obrigatoriedade de vigilância em caixas eletrônicos, compra de kits intubação para uma eventual terceira onda da pandemia da Covid-19 e entulho na zona leste de São Paulo foram alguns dos assuntos tratados pelos deputados na Tribuna Virtual desta sexta-feira (30/4).

O primeiro orador da tarde foi o deputado Emidio de Souza (PT), que falou sobre a Lei 10.883/2001, sobre segurança em caixas eletrônicos. “A lei garantia vigilantes nos caixas eletrônicos no Estado. Desde que foram criados, nos anos 90, são pontos de assaltos e golpes”, disse.

Segundo Souza, o governo paulista entrou com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) após a Assembleia derrubar o veto. “Em outubro passado, o STF [Supremo Tribunal Federal] julgou essa lei constitucional, portanto a lei está em vigor. Agora é preciso cumprir essa lei”, disse. A aplicação da lei, segundo o deputado, geraria cerca de 70 mil empregos no Estado de São Paulo. “Num momento de crise, é importante”, afirmou ele.

Terceira onda

Em seguida, o deputado Carlos Giannazi (PSOL) repercutiu notícia veiculada na imprensa que trata sobre a compra, pela prefeitura de São Paulo, de kits de intubação para enfrentar uma possível terceira onda da pandemia. “A prefeitura de São Paulo espera a terceira onda e já autoriza compra de kit intubação. Com a flexibilização de medidas de isolamento, casos devem subir e internações devem voltar a explodir”, disse.

Giannazi considera que “em vez de impedir que venha a terceira onda, [a prefeitura] não vai tomar providências, isso é prevaricação”.

O parlamentar comentou também que o Dia do Trabalho de 2021 será um “dia de luto” devido às 400 mil mortes no país. Ainda sobre o Dia do Trabalho, Emidio de Souza falou que “já tivemos primeiros de maio gloriosos, de pleno emprego, de alegria, de luta com as pessoas confiando no futuro”. “Hoje, os trabalhadores estão com dificuldade de enxergar o futuro, de enxergar o que pode acontecer na próxima esquina. É um país que caminha à deriva”, disse.

Por fim, o deputado Ricardo Mellão (Novo) pediu que a CDHU tome providências quanto a um terreno na região de Itaquera que está sendo utilizado para descarte de entulho. “Junta barata, rato. É um risco para a saúde. Há relatos que se tornou esconderijo de assaltantes”, disse. De acordo com Mellão, a situação já dura um ano.

Confira a Tribuna Virtual na íntegra:

Infoco Web

Infoco Web

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *