Corinthians é superado pelo Peñarol por 2 a 0, na primeira partida em casa pela Sul-Americana.

Corinthians é superado pelo Peñarol por 2 a 0, na primeira partida em casa pela Sul-Americana.


O Corinthians foi derrotado na sua primeira partida em casa, pela Sul-Americana, na noite desta quinta-feira (29). O alvinegro criou, mas esbarrou nas boas defesas do goleiro adversário e foi superado pelo placar de 2 a 0.
Timão escalado
O técnico Vagner Mancini decidiu levar a campo uma equipe formada por: Cássio; Fagner, Bruno Méndez, Gil, Fábio Santos; Camacho, Cantillo, Léo Natel, Luan, Otero e Jô.
À disposição no banco de reservas, o treinador corinthiano contou com: Donelli, Jemerson, Gabriel, Lucas Piton, Ramiro, Cauê, Gustavo Silva, Roni, João Victor, Raul, Gabriel Pereira e Vitinho.
A equipe uruguaia começou a partida pressionando a saída de bola do Corinthians, o que dificultou as ações alvinegras e criou oportunidades perigosas para o Peñarol nos primeiros minutos, até que aos 5, Fagner conseguiu encontrar Luan dentro da área e o camisa 7 finalizou para fora, na primeira chance brasileira.
Aos 9, outra chegada do Timão: do lado esquerdo, Fábio Santos conseguiu fazer o passe para a entrada da área e Luan finalizou para boa defesa do goleiro adversário.
Com 13, o Peñarol abriu o placar. Depois de uma bola roubada no meio de campo, González recebeu bom passe e finalizou no canto da meta corinthiana.
Depois do gol tomado, o Corinthians começou a pressionar e quase conseguiu o empate em dois lances aos 16 minutos. Jô tentou o desvio de letra depois de cruzamento do Fagner, mas a bola bateu na zaga, e na sequência, Bruno Méndez finalizou e mais uma vez os uruguaios conseguiram afastar.
Na metade do primeiro tempo o Timão tinha a posse de bola, mas errava muitos passes, e dava o contra-ataque para o Peñarol. A equipe adversária continuava pressionando forte, utilizando uma marcação alta.
Léo Natel tentou surpreender aos 30 minutos. Cantillo virou o jogo para o atacante que finalizou sem ângulo e obrigou o goleiro a fazer ótima defesa. Logo em seguida, Luan finalizou e novamente Dawson evitou o empate do Timão.
O alvinegro chegou pela última vez na primeira etapa aos 44: Léo Natel foi lançado por Fagner e cruzou rasteiro para Jô, mas o atacante dividiu com o zagueiro e não conseguiu finalizar na direção do gol.
Segundo tempo
O Timão voltou sem alterações para o segundo tempo. A partida recomeçou com o Corinthians mantendo a posse de bola, mas continuava encontrando dificuldades de transformar em chances de gol. A primeira jogada de perigo foi aos 8, quando Luan tocou para Fábio Santos cruzar, mas Jô não alcançou a bola.
Aos 12, o Peñarol aumentou o placar. Em boa troca de passes, Terans recebeu a bola e só precisou desviar para marcar o segundo gol uruguaio.
Após o gol sofrido, o Timão fez 3 alterações: entraram Ramiro, Gustavo Silva e Vitinho, para os lugares de Camacho, Léo Natel e Luan.
O jogo começou a ficar muito nervoso e o Timão encontrou ainda mais dificuldades, pois o adversário recuou e apostou apenas nas jogadas de contra-ataque.
Em jogada parada o alvinegro levou perigo. Otero cruzou na área e Gil cabeceou para defesa do goleiro adversário, aos 23.
O Timão fez suas duas últimas alterações 3 minutos depois, quando Gabriel Pereira e Cauê entraram no lugar de Otero e Jô, respectivamente.
Aos 35, Gustavo Silva fez boa jogada individual, mas acabou finalizando sem muita força.
Fagner teve a principal e última chance do Timão na partida. Em cobrança de falta, o lateral corinthiano acertou a trave do Peñarol, aos 43. Fim de jogo na Neo Química Arena, com o Corinthians sendo superado por 2 a 0.
COMENTE ABAIXO:

Infoco Web

Infoco Web

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *