Conheça a Dacon, autorizada VW dos anos 60 que importava carros da Porsche

Conheça a Dacon, autorizada VW dos anos 60 que importava carros da Porsche


source
Dacon também comercializava veículos de outras marcas
Divulgação

Dacon também comercializava veículos de outras marcas

Nos anos 60, nenhum automóvel importado para o Brasil poderia custar mais de 3500 dólares. O engenheiro Paulo Goulart sonhava em trazer ao país carros com o emblema da Porsche , fabricante dos motores que sua equipe Dacon (Distribuidora de Automóveis, Caminhões e Ônibus Nacionais) – nome da concessionária da Volkswagen fundada por ele – usava para equipar seus Karmann-Ghia – e com os quais venceu as principais corridas nacionais, exceto as Mil Milhas de Interlagos. O entrave era justamente o preço: o modelo mais barato produzido em Stuttgart, o 912 , custava 4000 dólares.

Em 1967, já dono de uma concessionária Volkswagen , Goulart acreditava ser possível trazer pelo menos cinco Porsche por mês ao Brasil. Naquele ano, o designer Anísio Campos , que foi piloto da equipe Dacon ao lado de José Carlos Pace e Emerson Fittipaldi montou um dossiê e, com base no projeto do Paulo, foi à Alemanha negociar a importação dos veículos.

Fachada da Dacon, importadora dos esportivos da Porsche
Divulgação

Fachada da Dacon, importadora dos esportivos da Porsche

Dessa viagem veio a solução: uma adaptação feita especialmente para o Brasil do modelo 912 , que ganhou a letra E, de Export. Com menos equipamentos e levando o motor 1.6 do extinto 356 , os primeiros cinco Porsche desembarcaram no Rio de Janeiro em 1968, custando 3410 dólares. Em São Paulo, foram recebidos com uma festa que reuniu quase

todos os pilotos da cidade. Naquele dia, 18 unidades do 912E já estavam pré-vendidas.

Porsche 911 da década de 90 foi um dos últimos importados pela Dacon
Divulgação

Porsche 911 da década de 90 foi um dos últimos importados pela Dacon

Dois anos depois, a lei foi alterada e a Dacon pôde oferecer toda a linha Porsche da época. Em 1975, porém, nova mudança na legislação proibiu de vez a importação de veículos. Nesses sete anos, a concessionária vendeu cerca de 300 carros, incluindo modelos 911 e 914 . Quando a importação de automóveis voltou a ser permitida, em 1990, a Dacon ainda venderia mais um Porsche, modelo 944 . Como parte da estratégia de marketing na época foi um alvoroço ver algumas unidades dos modelos 911 e 944 içados por cabos de aço e parou o trânsito chamando a atenção das pessoas que passavam pelos cruzamentos da Avenida Brigadeiro Faria Lima com a Avenida Cidade Jardim.

Porsche 911 da década de 90 foi um dos últimos importados pela Dacon
Divulgação

Porsche 911 da década de 90 foi um dos últimos importados pela Dacon

A concessionária encerrou suas atividades em 1996 e a representação da marca alemã foi assumida pela importadora, a Stuttgart Sportcar .

Fonte: IG CARROS

Infoco Web

Infoco Web

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *