Mulher é presa pela prática do golpe ‘Boa noite Cinderela’ em Cândido Mota

Mulher é presa pela prática do golpe ‘Boa noite Cinderela’ em Cândido Mota


dinheiro.jpg

Cândido Mota 2.jpegPoliciais civis da Delegacia de Polícia de Cândido Mota (Deinter 8) prenderam, nesta segunda-feira (15), uma mulher pela prática de vários crimes de roubo em série (golpe “boa noite cindelerela”) ocorridos no município, nos últimos meses.

As investigações apontavam que a investigada se aproximava das vítimas por meio das redes sociais, em especial um aplicativo de namoro, onde ela convidava as vítimas para tomar alguma refeição em sua residência e, então, colocava na bebida delas substância entorpecente , geralmente o medicamento “Clonazepam”, fazendo com que elas dormissem, ocasião em que se aproveitava para subtrair os pertences, cartões de créditos, senhas e outros objetos pessoais.

De posse dos cartões ou mesmo dinheiro das vítimas, a criminosa efetuava compra de eletrodomésticos e móveis para a sua residência.

Além disso, a mulher também se aproximava de vizinhos, convidava-os para tomar lanchar em seu imóvel, inseria na bebida deles a mesma substância e agia da mesma maneira.

Fogão.jpg

Após colheita das informações, foi instaurado o inquérito policial e depois de reunidos elementos suficientes houve a representação perante o Poder Judiciário para a decretação da prisão temporária, mandado de busca e apreensão domiciliar e, ainda, penhora e arresto nos ativos financeiros referentes a eventuais contas bancárias em nome da investigada.

Os policiais cumpriram os respectivos mandados, sendo recuperados uma série de objetos que envolvem sofá, guarda-roupas, fogão, utensílios de cozinha, jogo de talheres e panelas, dois televisores, um de 65 polegadas e outro de 55 polegadas, além outros objetos.

A investigada será indiciada pela prática de crimes de roubo por quatro vezes , na modalidade de redução da resistência das vítimas. As investigações prosseguem para restituição dos objetos subtraídos às vítimas e também colheita de elementos de outros crimes porventura existentes.

Infoco Web

Infoco Web

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *