Bicentenário do nascimento de Anita Garibaldi será comemorado no Senado

Bicentenário do nascimento de Anita Garibaldi será comemorado no Senado


O Senado fará uma sessão especial em comemoração ao bicentenário do nascimento de Anita Garibaldi, heroína catarinense reconhecida pelo Livro dos Heróis da Pátria (Lei 12.615/2012). O requerimento é do senador Esperidião Amin (PP-SC) e mais outros 22 senadores.  A data da homenagem ainda será marcada.

O requerimento 292/2021 foi aprovado em Plenário nesta terça-feira (23), quando Amin elogiou a trajetória da catarinense e defendeu a aprovação da proposta.

— Nome que dispensa comentários, pois faz parte do panteão dos heróis da pátria desde 2012 — disse o senador.

No pedido, o parlamentar citou as diversas homenagens que ocorrerão ao longo deste ano em comemoração ao bicentenário de Anita. Como exemplo, ele citou o símbolo híbrido de uma rosa, criada na Itália para ser plantada em vinte cidades italianas e em sete cidades catarinenses, com o apoio da Embaixada e do Consulado italiano, da Fundação Catarinense de Cultura e do governo do estado de Santa Catarina.

História

Anita Garibaldi, batizada com o nome de Ana Maria de Jesus Ribeiro da Silva, nasceu em 31 de agosto de 1821 na cidade de Laguna, Santa Catarina. Por participar de importantes revoluções no Brasil, como a Guerra dos Farrapos, e na Itália, onde lutou pela unificação do país sob a forma de uma república, Anita foi alcunhada como “a heroína de dois mundos”. Sempre ao lado do marido e revolucionário Giuseppe Garibaldi, ela travou batalhas também no Uruguai e na França, países onde é recorrentemente homenageada.

Com a derrota dos farrapos em Santa Catarina, Anita fugiu com o marido para o Uruguai e, mais tarde, para a Itália, onde também enfrentou o campo de batalha. Mãe de quatro filhos, a revolucionária estava grávida de seis meses e doente quando faleceu aos braços de Garibaldi, em 4 de agosto de 1849, aos 27 anos. A criança também não sobreviveu.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Infoco Web

Infoco Web

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *