Rony participa de todos os gols contra Delfín na Libertadores

Rony participa de todos os gols contra Delfín na Libertadores


Autor de três gols nos últimos três jogos do time pela Libertadores (goleadas por 5 a 0 sobre o Bolívar-BOL, Tigre-ARG e, agora, Delfín-EQU, pela ida das oitavas de final), Rony já era o garçom máximo da edição 2020 da competição latina, com quatro assistências, antes de entrar em campo na noite desta quarta-feira (25) e conceder mais dois passes decisivos na partida (para o primeiro gol, de Gabriel Menino, e do terceiro de Zé Rafael) e um gol (de pênalti), além de ter marcado um gol (de pênalti, o segundo da partida) – ou seja, participou de todos os gols da partida.

Portanto, agora são seis assistências na Libertadores de 2020, o que faz do camisa 11 palmeirense o líder de forma ainda mais isolada no quesito. Ele também é um dos líderes gerais em participação em gols no torneio sul-americano – ou seja, gols e passes somados -, com nove ações (sendo três bolas na rede e seis assistências), seguido de Álvarez e Fernandéz, ambos do River Plate-ARG.

Estes seis passes a gol que possui no Continental, aliás, são todos os que possui pelo Palmeiras. E com as seis assistências ele fica na vice-liderança dentre os atletas palmeirenses com mais passes decisivos, ao lado de Zé Rafael e Wesley, e atrás só do uruguaio Matías Viña, líder no quesito, com sete.

Desde que estreou, em fevereiro, pelo Campeonato Paulista, Rony participou de 33 dos últimos 41 jogos, sendo 25 como titular e oito acionado do banco de reservas. Antes de a bola rolar, ele entrou em campo como o quinto atleta do elenco alviverde que mais acerta a meta adversária, com 23 finalizações certas, e o terceiro que mais dribla, com 21 fintas completas, atrás só de Wesley (27) e Zé Rafael (30).

Infoco Web

Infoco Web

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *