CNJ afastará no dia 25 desembargador que maltratou guarda civil municipal no litoral de SP

CNJ afastará no dia 25 desembargador que maltratou guarda civil municipal no litoral de SP

Desembargador Eduardo Siqueira, do TJ-SP, se recusou a usar máscara, e ainda humilhou o guarda civil que o abordou.

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) marcou para o dia 25 a sessão de julgamento do caso do desembargador Eduardo Siqueira, do Tribunal de Justiça de São Paulo, que se recusou a usar máscara, ao caminhar na orla de Santos, e ainda humilhou o guarda civil que o abordou.

Integrantes do CNJ confirmaram ao jornalista Pedro Campos, da Rádio Bandeirantes, que será aberto procedimento contra o desembargador. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Conselheiros do CNJ também apostam que o colegiado promoverá o afastamento imediato de Siqueira de suas atividades no TJSP. O corregedor nacional, ministro Humberto Martins, avalia se Siqueira cometeu crime de “carteirada”, previsto na Lei de Abuso de Autoridade.

Jornal Digital do Brasil

Jornal Digital do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *