Falso policial rodoviário rouba carga avaliada em R$ 308 mil

Falso policial rodoviário rouba carga avaliada em R$ 308 mil

Caminhoneiro foi rendido por um falso policial rodoviário que vestia uniforme completo da corporação, inclusive a pistola .40

Uma carga avaliada em mais de R$ 308 mil foi abandonada pelos assaltantes, após terem seqüestrado o motorista de uma carreta, na manhã do dia 28, na SP-340. De acordo com o depoimento do caminhoneiro, por volta das 10h00, ele havia acabado de carregar a carreta com uma carga de desodorantes Rexona, na empresa Unilever, em Aguaí. 

O destino seria a cidade de Vinhedo, na região metropolitana de Campinas, para uma outra unidade fabril da Unilever. Porém, na altura do Km 48 da pista Sul, um policial militar rodoviário acenou para o caminhoneiro, mandando que ele parasse o Scania (cavalo-trator), que rebocava a carreta, no acostamento da rodovia.

O PM chegou a pedir os documentos do veículo e do reboque e disse que uma viatura da Polícia Rodoviária já estava a caminho. Em seguida, solicitou que o motorista descesse para ver um “problema” na parte de trás da carreta. Foi nesse momento que o caminhoneiro descobriu que se tratava de um falso policial rodoviário.

Ele sacou uma arma e anunciou o assalto, No mesmo instante, um VW Gol branco estacionou atrás do caminhão. Três jovens desceram do carro e um deles, rapidamente, assumiu o volante da Scania, Já o caminhoneiro, sob ameaça do falso policial rodoviário, foi forçado a entrar no Gol.

SOLTO

Sob a mira de uma pistola, ele foi obrigado a dar a senha dos rastreadores do cavalo-trator e carreta. Cerca de meia hora após ser rendido, os bandidos libertaram o caminhoneiro próximo à empresa Motorola, na cidade de Jaguariúna. Ainda bastante traumatizado, ele pediu ajuda a uma viatura da Polícia Rodoviária que passava pelo local.

O motorista foi trazido a Mogi Mirim para registrar a ocorrência na CPJ (Central de Polícia Judiciária). Nesse momento chegou uma informação da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Mogi Guaçu, de que a carreta e o cavalo-trator, pertencentes a uma transportadora de Pouso Alegre (MG) haviam sido localizados naquele Município.

Para surpresa do caminhoneiro, a carga também estava intacta. O motorista contou que o falso policial era branco, alto, forte, tinha cabelos loiros e vestia uniforme completo da Polícia Militar Rodoviária, inclusive a pistola .40 usada pela corporação. Já os ocupantes do Gol eram todos pardos, aparentemente com 18 anos de idade, estatura mediana e não portavam armamento.

FONTE E CRÉDITOS -https://mogimirim.portaldacidade.com/noticias/policial/bandidos-abandonam-carga-avaliada-em-r-308-mil-apos-o-assalto-2356

Jornal Digital do Brasil

Jornal Digital do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *