Holambra implementa Barreira de Prevenção e Orientação aos finais de semana

Holambra implementa Barreira de Prevenção e Orientação aos finais de semana
Visualização da imagem

Veículos que chegarem a Holambra a partir deste final de semana, aos sábados e domingos, terão que passar primeiro, antes do acesso à cidade, por barreiras de prevenção e orientação feitas por policiais municipais e agentes da Vigilância em Saúde. A ação busca coibir eventual desrespeito às regras estabelecidas para o período de quarentena, sobretudo quanto ao uso de máscaras e à aglomeração de pessoas na cidade.

Além da aferição de temperatura dos ocupantes de carros, motos e bicicletas, os servidores irão informar as pessoas a respeito das proibições e recomendar aos visitantes o retorno em outra oportunidade.

Por determinação da Prefeitura, bares e restaurantes não operam desde março com atendimento coletivo ao público, enquanto atrativos turísticos foram fechados e hotéis impedidos de receber viajantes a passeio – somente a trabalho, mediante comprovação. A divulgação turística de Holambra também foi suspensa como medida de enfrentamento ao novo coronavírus.

“Tomamos uma série de atitudes, em consonância com outras cidades da região e com as determinações do Estado, para desencorajar o fluxo de turistas durante a quarentena”, explicou Alessandra Caratti, diretora municipal de Turismo e Cultura.

Na última semana, itens de comunicação visual com a campanha “Queremos te ver bem: deixe essa visita para depois” passaram a engrossar o recado. Eles foram afixados nas entradas da cidade e em pontos de grande circulação de turistas. Pontos de visitação, como o Deck do Amor, o Moinho Povos Unidos e a Praça do Bento foram cercados por fitas zebradas, impedindo acesso mais próximo.

“A barreira de prevenção, determinada pelo prefeito, vem para reforçar essas medidas”, explica o diretor municipal de Segurança e Trânsito, Antonio Reginaldo de Jesus Beleza Giron. “Fomos acionados nas últimas semanas para conter aglomerações, especialmente de motos. Agimos prontamente, orientamos, pedimos uso de máscaras e dispersamos as pessoas. Agora faremos isso já no acesso à cidade”.

Segundo ele, situações que desrespeitem as determinações para o período de quarentena podem ser denunciadas com sigilo, de forma anônima, pelos telefones 156 e 190.

Jornal Digital do Brasil

Jornal Digital do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *