SANTOS . SP – Suspeito de matar esposa à facadas se entrega à polícia no litoral de SP

SANTOS . SP  – Suspeito de matar esposa à facadas se entrega à polícia no litoral de SP

Homem alegou que feriu a companheira após tentar se defender de agressão.

Um homem suspeito de matar a esposa à facadas, em Santos, no litoral de São Paulo, se entregou à polícia na tarde desta segunda-feira (30). Paulo Diego Silva Santana, de 32 anos, era procurado pela morte da jovem Paola José, de 24 anos. O crime ocorreu na noite da última quinta-feira (25), no bairro Caneleira, na Zona Noroeste de Santos.

O crime ocorreu na residência em que o casal morava. A mãe da vítima disse à Polícia Militar que Paulo Diego foi até a casa dela para avisar que Paola o esfaqueou e, em seguida, ela teria golpeado o próprio braço com a faca. Ainda conforme a PM, tanto a mãe quanto o marido foram até o imóvel onde o casal morava e encontraram a vítima caída no chão.

Com a ajuda de vizinhos, os dois socorreram Paola até a UPA, no entanto, ela não resistiu aos ferimentos e morreu. No momento em que soube da morte da companheira, o suspeito fugiu e, desde então, era procurado pela Polícia Civil.

“Como agimos rápido, conseguimos representar por a prisão temporária e o mandado de prisão saiu rapidamente”, informou a delegada Karla Cristina Martins Pereira, da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Santos.

O suspeito se apresentou na delegacia por volta das 15h. “A nossa equipe de investigação estava fazendo várias inserções na tentativa de localizá- lo. Acredito que, com receio de ser preso ou porque não acreditava que tinha um mandado de prisão contra ele devido à suspensão dos prazos processuais, decidiu se apresentar”, afirmou a delegada.

Na ocasião, Paulo foi ouvido e manteve a versão de que foi agredido pela vítima com uma faca de cozinha. Para se defender, ele tentou desarmá- la e acabou por ferindo Paola. “Ele disse que fugiu porque estava sendo ameaçado por familiares”, esclarece a delegada. O suspeito permanece preso e o inquérito será remetido ao Poder Judiciário.

Jornal Digital do Brasil

Jornal Digital do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *