Mulher acusada de matar filho de 5 anos é condenada a 20 anos de prisão

Mulher acusada de matar filho de 5 anos é condenada a 20 anos de prisão

Stephania Cristina Oliveira Lima confessou à polícia que bateu a cabeça da criança na parede porque estava ‘alcoolizada e sem ânimo para brincar com o menino.’

A monitora de creche Stephania Cristina Oliveira Lima, que foi presa acusada de matar o filho de 5 anos, em Valentim Gentil (SP), foi condenada a 20 anos de prisão em regime inicialmente fechado. O julgamento dela foi realizado nesta sexta-feira (6), em Votuporanga (SP).

De acordo com o Tribunal de Justiça, a ré foi condenada por homicídio triplamente qualificado por motivo fútil, meio cruel e recurso que impossibilitou a defesa da vítima.

O caso foi registrado em dezembro de 2018. Na época, o menino foi agredido e levado pela mãe a um posto de saúde de Valentim Gentil (SP) com ferimentos na cabeça. Inicialmente, ela disse aos médicos que Diogo Lima Moreira havia caído de bicicleta.

No entanto, devido à gravidade dos ferimentos, a polícia foi acionada e a criança transferida no dia 16 de dezembro de 2018 ao Hospital da Criança e Maternidade (HCM) de São José do Rio Preto (SP).

Na unidade, a equipe médica constatou o traumatismo craniano. Diogo não resistiu aos ferimentos e morreu no dia 17 de dezembro de 2018. Stephania foi presa dentro do HCM. Questionada pela polícia, ela contou que bateu a cabeça do filho na parede porque estava alcoolizada e sem ânimo para brincar com o menino.

Diogo Lima moreira, de 5 anos, morreu nesta segunda-feira (17) por morte encefálica após ser agredido pela mãe em Valentim Gentil — Foto: Arquivo Pessoal
Jornal Digital do Brasil

Jornal Digital do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *