Identificado homem morto a facadas em Conchal, SP

Identificado homem morto a facadas em Conchal, SP

A vítima, provavelmente, conhecia os assassinos, segundo contou o pai.

Por Gean Mendes – F5 Conchal

O Jovem foi assassinado nesta manhã de segunda-feira (9), em frente a própria residência, localizada à rua Carlos D. Locatelli, Bairro Boa Vista, no município de Conchal (SP). Wesley Ribeiro Luiz, 24 anos, era pintor e pai de duas crianças, uma com 7 anos e a outra com 2 anos de idade. Atualmente o jovem estava separado da esposa.

Em entrevista exclusiva ao F5 Conchal e Região, o pai da vítima, senhor Altair de Paula Luiz, 43 anos, nos contou que o jovem trabalhava como pintor e não costumava conversar com a família sobre os assuntos que vivia fora do lar, de forma que, é difícil imaginar o que poderia ter motivado o crime. Ele não era de contar sobre os “role” dele.

Então a gente não consegue saber o que aconteceu”, disse o pai. “O que o meu fez, pra merecer, ser morto dentro do quintal de casa? O que ele fez de grave, pra vim duas pessoas e tirar a vida dele aqui? ”, ressaltou o pai muito emocionado.

O pai nos contou que dois homens de bicicleta teriam chamado Wesley no portão. Logo, o atacaram com golpes de faca e em seguida fugiram, tomando rumo ignorado. “As pessoas chegaram aqui no portão de casa e bateu, chamando por ele. Eles estavam batendo no portão desesperados, querendo que abrisse logo”, contou.

A vítima, provavelmente, conhecia os assassinos, segundo contou o pai, ao mencionar que Wesley olhou pela janela do quarto e gritou para que os homens aguardassem que ele já iria atender.

“Ele saiu na janela, do quarto dele, que fica na frente da casa, e gritou para esperar. Depois ele saiu lá! Quem chamou ele, era conhecido dele”, afirmou o pai. Poucos minutos após Wesley ter atendido ao chamado no portão, o mesmo foi assassinado pelos homens.

A policia Civil, Policia Militar, Guarda Municipal e SAMU, estiveram no local dos fatos.

O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal, onde será feita a perícia, para identificar quantos golpes de faca teria sofrido a vítima. A Policia Civil trabalha para identificar e capturar os assassinos.

Jornal Digital do Brasil

Jornal Digital do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *