Dançarino morre vítima de bactéria adquirida em cirurgia dentária

Dançarino morre vítima de bactéria adquirida em cirurgia dentária

Ele ficou 15 dias no hospital, tentando se tratar, mas não resistiu”, descreve o coreógrafo Alê Pavanello.

Por Enize Vidigal – O Liberal

O jovem dançarino Júnior Borges faleceu na manhã de sexta-feira (28), em Belém, no Estado do Pará, após ter adquirido uma bactéria em uma cirurgia de extração de dente. Conhecido da cena do tecnobrega, ele era natural de Cametá, município do nordeste paraense, onde se apresentou em várias bandas, como a Caferana Pop. Há um ano, ele tinha se mudado para Belém, onde integrava o staff da banda AR-15.

“Ele arrancou um dente e ficou um pedaço. Desse pedaço ele passou a sentir dores e começou a agravar. Aí deu uma bactéria. Ele ficou 15 dias no hospital, tentando se tratar, mas não resistiu”, descreve o coreógrafo Alê Pavanello, amigo pessoal de Júnior Borges, que acompanhou a situação.

Harrisson Lemos, vocalista da AR-15, lamentou a perda do artista. Segundo ele, Júnior fazia apresentações como freelancer na banda, quando estava em Belém.

Ígor Furtado, um dos donos da Caferana Pop, disse que Júnior trabalhou por duas vezes na banda, totalizando quatro anos. Ele disse que estava acompanhando a situação de Júnior a distância, de Cametá.

“Soube que ele pegou uma bactéria em uma cirurgia no dente e que essa bactéria atingiu o cérebro. De início, ele foi para a UPA (Unidade e Pronto Atendimento) e depois conseguiram um leito para ele (no hospital). 

Jornal Digital do Brasil

Jornal Digital do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *