Polícia Militar prende motoristas por embriaguez ao volante durante o carnaval em cidades da região

Polícia Militar prende motoristas por embriaguez ao volante durante o carnaval em cidades da região

Um homem foi detido em São Carlos (SP) e outro em Leme (SP); em Mococa (SP) um motociclista pagou fiança e foi liberado após bater contra árvore.

A Polícia Militar prendeu um motorista em São Carlos (SP) por embriaguez ao volante, na noite de domingo (23). Em Leme e Mococa, também foram registrados dois casos neste fim de semana de carnaval.

Segundo o Comando de Policiamento Rodoviário, durante dois dias da Operação Carnaval Mais Seguro 2020 mais de 40 mil motoristas foram submetidos ao teste do etilômetro, dos quais 1.548 foram autuados e 21 presos em flagrante delito pelo crime de embriaguez ao volante,

Discussão

No caso de São Carlos, o motorista foi detido por volta das 22h45 na Rua Miguel Petroni. Segundo a PM, uma equipe passava pelo local quando viu o carro parado no acostamento.

Os policiais se aproximaram e notaram que o motorista estava visivelmente embriagado e discutia com a esposa.

O homem foi submetido ao teste do bafômetro, que constatou embriaguez. Ele foi levado para o Plantão Policial e, como não pagou a fiança no valor de R$ 1,5 mil, foi preso por embriaguez ao volante. O motorista deve passar por audiência de custódia nesta segunda-feira (24).

Mococa

Em Mococa, um motociclista foi detido pelo mesmo crime após bater contra uma árvore na madrugada desta segunda.

O acidente aconteceu na Avenida Brasil. Quando a PM chegou ao local, encontrou apenas a moto. O condutor, que sofreu ferimentos leves, foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel (Samu) para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

A polícia foi à unidade e constatou a embriaguez. Ele pagou a fiança no valor de R$ 1 mil e foi solto para responder pelo crime em liberdade.

Leme

Em Leme, um homem também foi preso por dirigir embriagado no domingo. O motorista foi parado durante uma operação no Jardim Presidente. O teste de bafômetro confirmou a embriaguez e o motorista foi levado para o Plantão Policial.

Lei Seca

Na Lei Seca nenhuma quantidade de álcool é tolerada: Até 0,33 miligrama por litro de ar expelido é considerado infração e as punições são multa de R$ 2.934,70 e suspensão da Carteira Nacional da Habilitação (CNH) por um ano.

Para casos acima de 0,34 miligramas, o motorista é levado para a delegacia e responde por crime de trânsito mesmo que não tenha se envolvido em acidente.

As punições são: multa de R$ 2.934,70, suspensão da CNH por um ano e prisão que pode variar de seis meses a três anos.

Jornal Digital do Brasil

Jornal Digital do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *