Morre o cineasta José Mojica Marins, o Zé do Caixão

Morre o cineasta José Mojica Marins, o Zé do Caixão

O cineasta José Mojica Marins, conhecido como o Zé do Caixão, morreu nesta quarta-feira (19), em São Paulo. A personalidade do cinema brasileiro morreu como decorrência de uma broncopneumonia. Sua morte foi confirmada pela sua filha Liz Marins à reportagem do jornal Folha de São Paulo.

A interpretação de Zé do Caixão é uma das mais conhecidas do cinema nacional. E, foi através dele, que o cineasta ficou reconhecido como o “pai” dos filmes do gênero de terror no Brasil. Durante a carreira, fez mais de 30 filmes e ficou conhecido também em outros países.

O longa “A meia noite levarei sua alma”, em que o cineasta apresenta o personagem pela primeira vez, foi lançado em 1964. A produção chegou a ser exibida nos Estados Unidos e na Europa, tornando-se uma das obras clássicas do terror em todo o mundo.

Além dos filmes, Zé do Caixão era conhecido pelo tamanho surpreendente das unhas das mãos. O crescimento exagerado fazia parte da composição aterrorizante no personagem em conjunto com as roupas pretas e a cartola da mesma cor.

Jornal Digital do Brasil

Jornal Digital do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *