Dois criminosos são mortos em confronto com a polícia em Indaiatuba, SP

Dois criminosos são mortos em confronto com a polícia em Indaiatuba, SP

Outros dois foram presos; segundo registro do caso, eles renderam família em casa no Centro.

Dois criminosos foram mortos em confronto com a Polícia Militar, após tentativa de roubo em uma residência, em Indaiatuba (SP), na noite desta sexta-feira (14). De acordo com o boletim de ocorrência, outros dois ladrões que participaram da ação foram presos.

O caso ocorreu na Rua Pedro de Tolêdo, no Centro, por volta das 22h. De acordo com o relato dos PMs à Polícia Civil, uma equipe foi acionada para atender um caso de possível furto ou roubo sendo realizado por quatro criminosos e foram ao local.

Na casa, a equipe foi informada pelas vítimas que os assaltantes já tinham deixado o local, possivelmente pelos fundos. Os policiais entraram em uma casa vizinha, onde dois, em dois momentos diferentes, apontaram armas em suas direções e chegaram a realizar disparos, ainda conforme o boletim de ocorrência.

Os disparos não atingiram os PMs, que revidaram e atingiram os dois. Um deles morreu no local e o outro a caminho do Hospital Augusto de Oliveira Camargo (HAOC).

Os outros dois criminosos foram presos por tentativa de roubo e resistência. As vítimas reconheceram os detidos.

A tentativa de roubo

Segundo relato de uma das vítimas, os assaltantes teriam entrado pelo muro da frente e chegaram rendendo todos armados, questionando onde estava o dinheiro, ouro e o cofre. A família foi amarrada e deixada em um quarto.

“Por um bom tempo a gente ficou na cama ainda assim, aí eu e meu pai decidimos levantar sozinhos, conseguimos estourar o enforca gato com a própria força assim. Nos trancamos no quarto dentro do banheiro lá e depois de um tempo a gente escutou uma troca de tiro no fundo da casa”, relatou a vítima.

Ele contou que o quarteto tentou levar perfumes, bijuterias, joias, relógio, dinheiro, celulares, mas na fuga acabaram deixando para trás uma parte dos pertences. A outra foi recuperada pela polícia.

“É muito assustador, a gente fica em choque, eu tô em choque até agora, não sei como vai ser daqui pra frente, se eu vou querer continuar aqui, mudar de casa, de lugar… A gente fica inseguro né”, lamentou.

Jornal Digital do Brasil

Jornal Digital do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *