DOLAR RECORD FECHA A 4.40

DOLAR  RECORD  FECHA  A 4.40

Moeda americana atinge maior cotação da história frente ao real; Banco Central ofertará até 13 mil contratos de swap cambial para tentar contornar situação

Cédulas de dólar
Dólar ultrapassa R$ 4,40, mas Banco Central deve agir para evitar mais um dia de desvalorização da moeda brasileira no pregão – Alexandre Severo/JC Imagem/VEJA

Como já era esperado por economistas, o dólar abriu o pregão desta sexta-feira, 21, em alta frente ao real. A moeda americana ultrapassou, pela primeira vez na história, a marca de 4,40 reais. VEJA antecipou essa movimentação na última quarta-feira, 19, no terceiro dia seguido de escalada cambial. Na maior cotação do dia, até às 10h55, o dólar chegou a registrar 4,4023 reais para compra, e 4,4044 para venda.

Para conter a disparada, o Banco Central injetará dólares no mercado neste pregão: até 13 mil contratos de swap cambial tradicional com vencimento em agosto, outubro e dezembro de 2020. É uma tentativa válida, mas que não impedirá novas desvalorizações na próxima semana. Em fevereiro, até o fim da sessão anterior, o dólar acumulou alta de 2,49%. A valorização da moeda americana no ano é de quase 10%.

Jornal Digital do Brasil

Jornal Digital do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *