Policia prende homem por agredir companheira após ela negar ter relações sexuais.

Policia prende homem por agredir companheira após ela negar ter relações sexuais.

Vítima, uma faxineira de 32 anos, relatou à polícia que não consegue romper relacionamento por causa de ameaças que vem sofrendo do suspeito, que foi preso em flagrante.

Por G1 Piracicaba e Região

Uma faxineira de 32 anos denunciou à polícia que foi agredida pelo companheiro na noite desta terça-feira (14), na Vila Sônia, em Piracicaba (SP). O suspeito, um empresário de 40 anos, foi preso.

Segundo ela, a discussão começou quando ele arrombou a porta de seu apartamento e tentou forçá-la a ter relação sexual. Ao negar, a vítima foi agredida e enforcada pelo autor e depois conseguiu fugir para a casa da sua irmã, de acordo com seu relato no boletim de ocorrência.

Ela disse à corporação que mesmo à distância continuou recebendo ameaças por mensagens do suspeito. Momentos depois ela retornou ao apartamento, junto de sua irmã, para tentar convencê-lo a ir embora. Com a irmã de testemunha, a vítima continuou recebendo ameaças do autor que dizia que a sequestraria e a mataria, acrescenta o registro da ocorrência.

A testemunha acionou a Guarda Civil Municipal que relatou que, ao chegar ao local, encontrou o autor aparentemente sobre efeito de drogas e álcool e que ele permaneceu em silêncio até ser interrogado no Plantão Policial da Policia Civil, onde negou todas as acusações.

Segundo o boletim de ocorrência, o casal tem uma união estável há quatro meses e, desde então, o companheiro tem agredido a vítima, que nunca o tinha denunciado antes. A mulher declarou à Guarda Civil Municipal que vem tentando terminar o relacionamento, mas que, por conta das ameaças de morte, nunca conseguiu.

O autor do crime foi preso em flagrante e vai responder por ameaça, danos e violência domestica. A vítima recebeu medida protetiva de urgência.

Jornal Digital do Brasil

Jornal Digital do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *