Foragido, suspeito de ataque ao Porta dos Fundos entra para a lista vermelha da Interpol

Foragido, suspeito de ataque ao Porta dos Fundos entra para a lista vermelha da Interpol

Ao ter o nome incluído na lista de difusão vermelha, o economista e empresário Eduardo Fauzi pode ser preso por qualquer força policial do país em que esteja.

A Polícia Federal colocou o economista e empresário Eduardo Fauzi, suspeito de atacar a sede da produtora Porta dos Fundos, na lista de difusão vermelha da Interpol. Ao ter o nome incluído na lista de difusão vermelha, a pessoa pode ser presa por qualquer força policial do país em que esteja.

Fauzi está foragido desde 31 de dezembro, quando a Polícia do Rio tentou cumprir o mandado de prisão contra ele expedido pela Justiça. Conforme a polícia, ele fugiu para a Rússia em 29 de dezembro.

O ataque à produtora aconteceu no dia 24 de dezembro. Segundo os investigadores, cinco pessoas participaram do ataque e Fauzi foi o único que fugiu com o rosto descoberto.

Extradição

Uma autoridade brasileira em Moscou já iniciou as tratativas com as autoridades russas para pedir a extradição de Eduardo Fauzi, suspeito de envolvimento no ataque à produtora Porta dos Fundos.

A informação foi passada à GloboNews na manhã desta terça-feira (7) por uma fonte graduada do Ministério das Relações Exteriores que não quis se identificar.

Oficialmente, o Itamaraty afirmou à tarde que não entrou em contato com autoridades russas e que cabe ao Poder Judiciário a decisão de pedir a extradição.

O Brasil mantém acordo de extradição com a Rússia desde 2007. Segundo o Ministério da Justiça, a Justiça do Rio de Janeiro já pediu formalmente à pasta e ao Itamaraty a extradição do suspeito.

Jornal Digital do Brasil

Jornal Digital do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *