Paulínia, Louveira e Jaguariúna estão no top 10 das cidades com os maiores PIBs por habitante do Brasil, aponta IBGE Dados do Produto Interno Bruto dos municípios foram divulgados nesta sexta-feira (13) pelo órgão federal. Levantamento considera números referentes a 2017. Campinas também se destaca; veja PIBs das 31 cidades da região.

Paulínia, Louveira e Jaguariúna estão no top 10 das cidades com os maiores PIBs por habitante do Brasil, aponta IBGE Dados do Produto Interno Bruto dos municípios foram divulgados nesta sexta-feira (13) pelo órgão federal. Levantamento considera números referentes a 2017. Campinas também se destaca; veja PIBs das 31 cidades da região.

Paulínia (SP) foi a cidade do Brasil com maior Produto Interno Bruto (PIB) por habitante no ano de 2017, segundo levantamento divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (13). A cidade se destaca, pelo segundo ano seguido, por sediar a maior refinaria de petróleo da Petrobras. Louveira (SP) e Jaguariúna (SP) aparecem na lista do top 10 de municípios que concentram os maiores índices per capita.

  • Entenda o que é o PIB

O estudo PIB dos Municípios 2017 mostra a situação da atividade econômica e o nível de riqueza do país. O índice por pessoa é a divisão do total produzido pela cidade entre os habitantes, considerando que todos tivessem partes iguais.

Em Paulínia, a primeira no ranking, o valor per capita foi de R$ 344.847,17. Louveira ocupa a 3ª posição com R$ 300.639,40; e Jaguariúna fica na 10ª, com R$ 209.320,86.

Top 10 do PIB per capita no Brasil

  1. Paulínia (SP): R$ 344.847,17
  2. Triunfo (RS): R$ 311.211,93
  3. Louveira (SP): R$ 300.639,40
  4. Presidente Kennedy (ES): R$ 292.397,08
  5. São Gonçalo do Rio Abaixo (MG): R$ 289.925,44
  6. Selvíria (MS): R$ 271.094,70
  7. São Francisco do Conde (BA): R$ 253.895,58
  8. Extrema (MG): R$ 219.239,07
  9. Vitória do Xingu (PA): R$ 209.799,94
  10. Jaguariúna (SP): R$ 209.320,86

O estudo do IBGE aponta que, além da indústria de refino de petróleo, a região de Campinas ganha destaque pelo comércio atacadista de Louveira e das indústrias de transformação de Jaguariúna.

Concentração urbana de Campinas está entre as 10 maiores por valor do PIB — Foto: Reprodução/EPTV
Concentração urbana de Campinas está entre as 10 maiores por valor do PIB — Foto: Reprodução/EPTV

Campinas entre maiores concentrações urbanas

A análise define concentrações urbanas como “arranjo populacional com mais de 100 mil habitantes, reunindo uma ou mais cidades com alto grau de integração, devido aos deslocamentos para trabalho ou estudo”. As 10 maiores concentrações do país abraçam cerca de 43% do PIB, e Campinas (SP) está entre elas:

10 maiores concentrações urbanas por valor do PIB

  1. São Paulo (SP) – R$ 1.139.123.800.000
  2. Rio de Janeiro (RJ) – R$ 506.953.116.000
  3. Brasília (DF) – R$ 256.171.693.000
  4. Belo Horizonte (MG) – R$ 176.892.300.000
  5. Porto Alegre (RS) – R$ 161.583.205.000
  6. Curitiba (PR) – R$ 150.505.660.000
  7. Campinas (SP) – R$ 140.031.349.000
  8. Salvador (BA) – R$ 116.613.003.000
  9. Recife (PE) – R$ 106.272.011.000
  10. Fortaleza(CE) – R$ 84.205.547.000

Valor da indústria na região

Em 2017, segundo o balanço, Campinas (SP) figurava entre as concentrações urbanas de indústrias que mais se destacaram no país.

A metrópole regional era responsável por 3,5% do valor adicionado bruto da indústria brasileira, atrás de Rio de Janeiro (RJ), com 5,3%, e São Paulo (SP), que teve a maior participação, 11,2% da atividade industrial do Brasil.

A lista das cinco concentrações urbanas tem, ainda, depois de Campinas: Belo Horizonte (MG), 3,2%, e Curitiba (PR), 2,8%. As cinco somadas reúnem 26% do valor adicionado bruto da indústria.

Destaques do interior paulista

De uma maneira geral, as cidades do interior paulista mais próximas da capital têm, segundo o IBGE, maior influência das seguintes atividades econômicas:

  • Indústrias de transformação
  • Serviços (exceto administração pública, defesa, educação e saúde públicas e seguridade social)
  • Comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas
  • Eletricidade e gás, água, esgoto, atividades de gestão de resíduos e descontaminação
  • Agricultura, inclusive apoio à agricultura e a pós-colheita
  • Construção

Veja os PIBs das 31 cidades da região de Campinas

PIB por município 2017

CIDADEPIB (R$)PIB PER CAPITA (R$)ATIVIDADE COM MAIOR VALOR ADICIONADO BRUTO
CAMPINAS59.053.563.00049.942,59SERVIÇOS
INDAIATUBA13.489.932.00056.301,42SERVIÇOS
SUMARÉ13.744.576.00050.345,14SERVIÇOS
HORTOLÂNDIA12.928.628.00058.188,31SERVIÇOS
AMERICANA10.382.873.00044.396,30SERVIÇOS
VALINHOS5.734.500.00046.237,02SERVIÇOS
MOGI GUAÇU5.557.420.00037.199,26SERVIÇOS
PAULÍNIA35.346.490.000344.847,17INDÚSTRIAS DE TRANSFORMAÇÃO
VINHEDO8.729.936.000116.199,28INDÚSTRIAS DE TRANSFORMAÇÃO
MOGI MIRIM4.456.895.00048.253,07SERVIÇOS
AMPARO4.358.991.00061.227,80INDÚSTRIAS DE TRANSFORMAÇÃO
JAGUARIÚNA11.346.028.000209.320,86SERVIÇOS
MONTE MOR2.917.997.00050.978,28INDÚSTRIAS DE TRANSFORMAÇÃO
ITAPIRA3.457.944.00046.827,69SERVIÇOS
LOUVEIRA13.805.962.000300.639,40INDÚSTRIAS DE TRANSFORMAÇÃO
SOCORRO822.933.00020.460,78SERVIÇOS
ARTUR NOGUEIRA1.081.069.00020.795,40SERVIÇOS
PINHALZINHO250.266.00016.952,25SERVIÇOS
PEDREIRA1.128.534.00024.218,51SERVIÇOS
ESPIRITO SANTO DO PINHAL1.259.012.00028.503,78SERVIÇOS
SERRA NEGRA720.861.00025.080,39SERVIÇOS
ÁGUAS DE LINDOIA472.984.00025.554,26SERVIÇOS
SANTO ANTÔNIO DE POSSE1.043.905.00045.783,30SERVIÇOS
HOLAMBRA908.165.00064.813,35SERVIÇOS
MORUNGABA424.901.00032.111,63SERVIÇOS
ESTIVA GERBI313.228.00028.302,88SERVIÇOS
PEDRA BELA80.140.00013.185,31SERVIÇOS
TUIUTI86.002.00012.857,23SERVIÇOS
MONTE ALEGRE DO SUL166.571.00021.162,58SERVIÇOS
LINDOIA164.728.00021.407,13SERVIÇOS
SANTO ANTONIO DO JARDIM137.160.00022.749,99SERVIÇOS

FONTE E CRÉDITOS – https://g1.globo.com/google/amp/sp/campinas-regiao/noticia/2019/12/13/paulinia-louveira-e-jaguariuna-estao-no-top-10-das-cidades-com-os-maiores-pibs-por-habitante-do-brasil-aponta-ibge.ghtml?fbclid=IwAR3hlAusKPe7QnQ5sXqxA2pTWI4AbeREXNtVU6Clqn5pLoor2l9WcTLWXKw#referrer=https%3A%2F%2Fwww.google.com&amp_tf=Fonte%3A%20%251%24s

Jornal Digital do Brasil

Jornal Digital do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *