Mulher mata companheiro atropelado e depois faz vídeo ao vivo esperando ser presa

Mulher mata companheiro atropelado e depois faz vídeo ao vivo esperando ser presa

Segundo o boletim de ocorrência, ela já teria medidas protetivas deferidas pela Justiça, mas ainda se relacionava com o homem. 

A dona de casa Claudia Aparecida Fernandes Nascimento, de 47 anos, foi indiciada por homicídio qualificado e embriaguez ao volante após matar seu companheiro. Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), Claudia foi presa em flagrante e conduzida para a penitenciária feminina de Guariba (SP).

Na noite deste sábado (28), ela atropelou e matou o pedreiro Adriano Joaquim Sampaio, de 45 anos, na cidade de Ituverava, cidade que fica a 100 quilômetros de Ribeirão Preto (SP).

Após o crime, ela ainda gravou um vídeo. Na imagem, Claudia dá a entender que Adriano era violento com ela. Segundo o boletim de ocorrência, ela já teria medidas protetivas deferidas pela Justiça, mas ainda se relacionava com o homem. 

Atropelou duas vezes

Testemunhas afirmaram que Claudia conduzia um veículo Pálio, de cor cinza, quando passou por cima da vítima duas vezes. Adriano foi arrastado por alguns metros e ficou preso sob o carro.

Em outro vídeo, populares aparecem levantando o Pálio para soltar o corpo de Adriano. O Resgate foi acionado e constatou o óbito da vítima no local. “A autora do crime apresentou sinais de transtorno e afirmou ter ingerido bebida alcoólica”, informou a SSP-SP.

A mulher foi encaminhada ao plantão da Delegacia de Ituverava, onde foi presa em flagrante e indiciada por homicídio qualificado e embriaguez ao volante. O delegado que atendeu o caso é o Rafael de Paula Leão Andreo. 

BETO RIBEIRO REPORTER

Jornal Digital do Brasil

Jornal Digital do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *