Justiça decreta prisão preventiva de acusados de estuprarem mulher em fazenda no interior de SP

Justiça decreta prisão preventiva de acusados de estuprarem mulher em fazenda no interior de SP

Vítima estava caminhando quando foi ameaçada pelo trio com uma arma e colocada dentro de um carro. Estupro coletivo foi cometido no sábado (2).

Os três acusados de estuprarem uma mulher de 32 anos, no bairro Pinheirinho, na zona rural de Itu (SP), tiveram a prisão em flagrante convertida em preventiva pela Justiça.

Segundo a Polícia Militar, Juvenildo Lacerda dos Santos, de 31 anos, José Teodoro de Andrade, de 37, e Wiliam Douglas Passos, de 25, foram detidos dentro de uma fazenda, por volta das 14h de sábado (2), onde teriam cometido o estupro coletivo.

A vítima estava caminhando no bairro São Judas quando foi ameaçada pelo trio com uma arma e colocada dentro de um carro.

Os homens levaram a mulher para a fazenda, que fica na Estrada do Pinheirinho, a mais de cinco quilômetros do bairro onde ela foi raptada.

Na fazenda, de acordo com a polícia, os três suspeitos consumaram o estupro e foram flagrados pelo caseiro, que pediu para eles irem embora. Quando viu que os homens estavam armados, o caseiro fugiu e conseguiu acionar a Polícia Militar.

A PM e a Guarda Civil Municipal chegaram pouco depois e encontraram os homens na estrada, tentando fugir. Eles foram presos e encaminhados à delegacia de Itu.

Os três vão responder por estupro e cárcere privado. A vítima foi levada para o Hospital São Camilo, mas já recebeu alta.

Jornal Digital do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *