Polícia Militar faz “megaoperação” contra a criminalidade em SP

Polícia Militar faz “megaoperação” contra a criminalidade em SP

Ao todo, 19.625 policiais militares foram mobilizados, além de 8.801 viaturas e uma aeronave.

As polícias Militar do Estado de São Paulo e Rodoviária Federal realizaram mais uma edição da operação “Rodovia Mais Segura”. A ação, que chega em sua 27° edição, foi deflagrada em todo o Estado de São Paulo, abrangendo ainda Jundiaí e municípios da Região, incluindo Várzea Paulista, Itatiba, Campo Limpo Paulista, Itupeva, Louveira, Jarinu, Cabreúva e Morungaba.

Em nota à imprensa, a PM informou que os trabalhos tiveram a finalidade de “combater a criminalidade e prevenir infrações, garantindo a segurança nas rodovias”. Ao todo, 19.625 policiais militares foram mobilizados, além de 8.801 viaturas e uma aeronave. O aparato foi distribuído em mais de 1,8 mil pontos de visualização e bloqueio.

Durante a operação, 34.130 pessoas foram abordadas, sendo 156 pessoas presas e ou apreendidas (menores de idade), com 101 foragidos capturados. Mais de 27 mil veículos foram vistoriados e 183 motoristas autuados em flagrante por consumo de álcool ou por recusa de passar no teste do bafômetro (etilômetro). A PM também apreendeu 12 armas e 21,7 quilos de drogas, além recuperar 55 veículos produtos de roubo ou furto.

A ação conjunta contou a participação de várias unidades da PM, como o Comando do Policiamento Rodoviário, os Batalhões de Ações Especiais de Polícia (Baeps), as Forças Táticas, o policiamento de choque, territorial e ambiental, além do Comando de Aviação por meio do patrulhamento aéreo.

As equipes permaneceram em locais estratégicos, apontados pelo serviço de inteligência da PM, para sufocar a ação de criminosos. Houve reforço do policiamento entre marginais e acessos às rodovias estaduais e federais de São Paulo.

“A medida marca a prioridade do Governo do Estado com a segurança em São Paulo, que também busca uma maior integração com a Polícia Federal”, finalizou a PM.

Jornal Digital do Brasil

Jornal Digital do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *