Escolas públicas estaduais podem ter atividades contra a violência

Escolas públicas estaduais podem ter atividades contra a violência
Educação pode ser um dos caminhos de combate à violência na sociedade e nesse sentido uma medida que pode ajudar os alunos da rede pública de ensino a lidar e evitar situações e casos de violência foi aprovada nesta quarta-feira (23/10) pelos deputados da Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Alesp.

O Projeto de Lei 738/2019, de autoria do deputado Delegado Bruno Lima (PSL), autoriza as escolas a promoverem atividades educativas de enfrentamento à violência e reparação de danos. Aprovado pela CCJR, o texto ainda precisa passar pelas Comissões de Educação e Cultura e de Finanças antes de chegar ao Plenário.

O relator da proposta na comissão, deputado Thiago Auricchio (PL), considerou a medida benéfica aos estudantes. “Semelhante ao PROERD, este projeto educa sobre a questão da violência. Quando as crianças levam essa educação aos pais, algum efeito positivo vai surtir”, explicou o parlamentar.

O presidente da comissão, deputado Mauro Bragato (PSDB), fez um balanço da reunião. “Foi a mais curta deste ano. Digamos que é muita incerteza sobre o ato de votar. Mas foi uma reunião positiva e com presença significativa dos deputados”, disse.

Além do presidente, estiveram presentes os deputados Agente Federal Danilo Balas, Carlos Cezar, Daniel José, Emidio de Souza, Gilmaci Santos, Heni Ozi Cukier, Janaina Paschoal, Marina Helou, Marta Costa, Ricardo Mellão, Roque Barbiere e Tenente Nascimento.

Jornal Digital do Brasil

Jornal Digital do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *