CPI da Venda de Animais ouve representantes de empresas do ramo

CPI da Venda de Animais ouve representantes de empresas do ramo
As empresas voltadas para o ramo pet e a Associação de Cães Guia de Cegos foram representadas na reunião da CPI da Venda de Animais. Mônica Grimaldi, advogada da Associação, João Nassar, sócio fundador da Cobasi e Valéria Pires, diretora técnica da Petz foram ouvidos pelos deputados na comissão. A reunião desta quinta-feira (17/10), realizada no plenário Tiradentes, novamente recebeu público com opiniões divididas entre pessoas contrárias e favoráveis à comercialização de animais de estimação. Cada um dos ouvidos teve dez minutos para explanação, sobre a política adotada pela empresa relacionada à doação dos animais.

Valéria explicou como o mercado varejista voltado para o ramo animal receberá as mudanças na regulamentação.

“Para nós a regulamentação é fundamental, principalmente se ocorrer a fiscalização. Vamos ter animais que vão chegar nos estabelecimentos com critérios importantes para ter a certeza de que todos eles são focados no bem-estar do animal”, comentou.

Relator da CPI, o deputado Delegado Bruno Lima (PSL), falou sobre os próximos passos, chegando à conclusão dos trabalhos. “Nossa luta é contra o crime de maus tratos. Paralelamente às sessões, estamos conversando com criadores, com protetores e os ânimos estão mais calmos. Agora o diálogo está sendo possível. Não basta regulamentar, tem que ter a fiscalização”, afirmou.

O presidente da CPI, deputado Bruno Ganem (PODEMOS), avaliou o andamento dos trabalhos e o objetivo final. “Temos dois objetivos com o relatório final: encaminhar denúncias para o Poder Judiciário e em paralelo a criação de uma lei visando evitar os maus-tratos. Ouvindo os deputados da CPI, acredito que chegaremos a uma lei dura e funcional”, declarou.

Além dos citados, estiveram presentes na reunião os deputados: Adriana Borgo, Caio França, José Américo, Marcio Nakashima, Monica da Bancada Ativista e Vinicius Camarinha.

Jornal Digital do Brasil

Jornal Digital do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *