Corpo de jogador que foi arrastado pela correnteza é encontrado em SP

Corpo de jogador que foi arrastado pela correnteza é encontrado em SP

Ele tinha desaparecido, no último domingo, após entrar no mar com a namorada.

O corpo do jovem Lucas Barbosa Oliveira, de 17 anos, que estava desaparecido, foi encontrado nesta terça-feira (22) em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Ele sumiu, no último domingo (20), ao entrar no mar com a namorada. Lucas era jogador de futebol de base e tinha o sonho de jogar, já no próximo ano, em uma equipe profissional.

O Grupamento de Bombeiros Marítimo (GBMar) informou que pescadores encontraram o corpo em alto-mar próximo à Fortaleza de Itaipu. Em seguida, os pescadores acionaram os bombeiros, que levaram o corpo para a areia.

O corpo do jovem foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Praia Grande e ainda não há informações sobre velório e sepultamento.

Lucas Barbosa Oliveira, de 17 anos, joga pelo time ‘Relâmpago Araguay’, de São Paulo (SP). — Foto: Arquivo Pessoal

Caso

Lucas Barbosa Oliveira, de 17 anos, morava em Suzano, no interior de São Paulo. Ele veio para Praia Grande, no último fim de semana, com a namorada e amigos. O jogador estava na praia do bairro Ocian com os conhecidos. Segundo testemunhas, por volta das 14h, o jogador foi arrastado pela correnteza e desapareceu no mar.

Segundo a tia de Lucas, Marli Barbosa, o jovem se destacou na base do Santa Cruz, de Pernambuco, e atualmente defendia o ‘Relâmpago Araguay’, de São Paulo. “Ele foi várias vezes ao Chile para jogar. Vai terminar a escola esse ano e sonha em jogar em uma equipe profissional”, disse na ocasião do desaparecimento.

Uma banhista, que preferiu não se identificar, afirma que testemunhou o acidente e contou que Lucas estava junto dos amigos e familiares no momento em que desapareceu. “Ajudei a socorrer os familiares, que estavam passando mal. A cunhada dele começou a correr pela praia, pedindo socorro e chamando pelo salva-vidas.”

A testemunha relata, ainda, que presenciou o momento em que a cunhada da vítima se aproximou da banhista e afirmou que o jovem ainda estava na água. “Os salva-vidas deram uma procurada, mas não encontraram o menino”.

Jornal Digital do Brasil

Jornal Digital do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *