Conselhos tutelares deveriam ter o apoio do governo

Conselhos tutelares deveriam ter o apoio do governo
O 1º secretário da Mesa Diretora da Alesp, deputado Enio Tatto (PT), recebeu na segunda-feira (14/10) a visita do presidente da Câmara do Guarujá, vereador Edilson Dias (PT), e dos conselheiros tutelares recém-eleitos no município Camila Freitas, Luciano Alberto, Anderson Pelucio e Michele Sales.

“O Conselho Tutelar, previsto no art. 131 da Lei 8.069/90 (Estatuto da Criança e do Adolescente), é um órgão permanente e autônomo encarregado pela sociedade de zelar pelo cumprimento dos direitos da criança e do adolescente. Ele atua quando esses direitos são ameaçados ou violados”, lembrou Enio Tatto.

“Os conselheiros e o vereador vieram propor a constituição de uma Frente Parlamentar em Defesa dos Conselhos Tutelares, de modo a fortalecer sua atuação”, comentou o deputado.

“Atualmente são as prefeituras que pagam salários, aluguel e outras despesas para o funcionamento dos conselhos, havendo também uma pequena participação do governo federal, mas o governo estadual não tem qualquer responsabilidade pelo seu desempenho; não é um parceiro”, acrescentou.

“Apesar da qualidade do trabalho dos nossos conselheiros, ainda há a necessidade de melhorias na qualidade da prestação desse serviço. Ampliar o debate para esse aperfeiçoamento trará um ganho para toda a sociedade”, encerrou Tatto.

Jornal Digital do Brasil

Jornal Digital do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *