RIO DE JANAIRO . Corpo de mulher é encontrado dentro da geladeira da própria casa

RIO DE JANAIRO . Corpo de mulher é encontrado dentro da geladeira da própria casa

Vítima estava desaparecida há dias e foi encontrada pelo irmão no bairro Vera Cruz. Cadáver não tinha sinais de agressão, diz IML.

O corpo de uma mulher foi encontrado dentro da geladeira da própria casa no sábado (29), em Miguel Pereira, no Sul do Rio de Janeiro. A residência fica na Estrada das Pedras, no bairro Vera Cruz.

Segundo informações da Polícia Militar, Ione Angélica dos Santos, de 47 anos, era pastora e juíza de paz, que, entre outras funções, celebra casamentos religiosos e tenta mediar pequenos conflitos.

Ela estava desaparecida desde terça-feira (24). O irmão dela foi até a casa onde ela morava atrás de notícias e, ao entrar na residência, encontrou a mulher dentro do refrigerador, com um botijão de gás usado como peso para segurar a porta.

Ainda de acordo com a PM, ela estava morta há alguns dias, mas os agentes não souberam precisar há quanto tempo.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Barra do Piraí, cidade vizinha. A perícia técnica informou que o cadáver não apresentava sinais de agressão. Até a publicação desta reportagem, não havia informações sobre as causas da morte.

O enterro de Ione vai acontecer nesta segunda-feira (30), às 16h, no cemitério Jardim da Saudade, em Paciência, bairro da zona oeste do Rio de Janeiro. O caso foi registrado na delegacia de Miguel Pereira como homicídio e ocultação de cadáver.

Carro de Ione foi usado em tiroteio com duas mortes em SP

O motorista que matou um policial militar em São Manuel (SP) e morreu em uma troca de tiros com outros três policiais usava o carro de Ione durante o tiroteio. O caso aconteceu em um posto de combustível na última quarta-feira (25).

Luan Nilton Martins bateu com o carro e, ao ser abordado pelo policial, atirou contra Felipe Atanazio, que tinha 24 anos, e outros três PMs que estavam no local. Além do tenente que morreu, outros dois policiais ficaram feridos.

De acordo com a delegada responsável pelo caso, Michela Ragazzi, Ione tinha um relacionamento com Luan. A polícia investiga agora se o suspeito de matar o tenente tem alguma relação com a morte de Ione.

Jornal Digital do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *