Proibição de uso e comércio de coleiras de choque para animais é aprovada em comissão

Proibição de uso e comércio de coleiras de choque para animais é aprovada em comissão

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável aprovou nesta quarta-feira (25) o Projeto de Lei 1113/19, que proíbe, em todo território nacional, a comercialização e o uso de coleiras de choques para adestramento de animais.

A proposta foi apresentada pelo deputado Célio Studart (PV-CE) e recebeu parecer favorável do deputado Fred Costa (Patriota-MG).Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Deputado Fred Costa, relator: uso de coleiras de choque causa estresse e dor nos animais

Em seu relatório, Costa afirmou que o uso de coleiras de choque, coleiras antilatido e coleiras eletrônicas já foi proibido em diversos países, como Inglaterra, Escócia e Holanda. Outros estão discutindo alterações em sua legislação com esse mesmo objetivo.

“O uso de coleiras de choque causa estresse e dor nos animais, fato já abundantemente comprovado em inúmeros estudos científicos, e pode induzir o animal a comportamento agressivo”, disse. “Sua utilização não se justifica nem para o adestramento realizado por profissional capacitado.”

TramitaçãoO projeto será analisado agora, em caráter conclusivo, pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).

Reportagem – Janary Júnior
Edição – Geórgia Moraes

‘Agência Câmara Notícias’.

Roberto Torrecilhas

Roberto Torrecilhas

Diretor do Jornal Digital do Brasil , Líder Cristão , Casado , Pai , Apresentador do Programa Tamo Junto na TV Artes TV Cultura . Blogueiro , Atuante na defesa da Família, Jornalista.

VEJA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.