‘App espião’ brasileiro se passa por WhatsApp e consegue monitorar e usar o celular

‘App espião’ brasileiro se passa por WhatsApp e consegue monitorar e usar o celular

Um novo tipo de “app espião”, criado no Brasil e batizado de BRata (Brazilian RAT, sigla para Remote Access Tool, ou Ferramenta de Acesso Remoto, em português), está afetando usuários brasileiros.

Para se instalar no celular da vítima, o aplicativo se passa por uma atualização do WhatsApp e, quando começa a funcionar, é capaz de enviar informações confidenciais para os criminosos em tempo real, além de permitir acesso remoto ao aparelho sem que o dono perceba. 

O malware foi descoberto no início deste ano e já fez mais de 20 mil vítimas, segundo divulgado nesta quarta-feira (28) na Conferência Latinoamericana de Segurança da Kaspersky, na Argentina. 

Dmitry Bestuzhev, diretor da equipe de segurança e análise da empresa , explicou em entrevista ao TechTudo. “Este não é um trojan bancário clássico, que rouba informações de banco. Ele também permite espelhar a tela do celular infectado e tem total capacidade de espionagem do aparelho. Não é só sobre roubo de credenciais que estamos falando, mas sobre o roubo de qualquer informação disponível no celular da vítima”.

João Paulo Ferreira Alves

João Paulo Ferreira Alves

Profissional formado em Ciência da Computação pela UNIFAJ (Centro Universitário de Jaguariúna). Trabalha desde 2013 na área de suporte técnico com a marca JP InfoCenter, e em 2019 ingressou também no desenvolvimento de websites e aplicativos Android. WhatsApp: (19)99632-4693 | E-mail: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *